CALENDÁRIO DO TREM
<< out 2017 >>
stqqssd
25 26 27 28 29 30 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31 1 2 3 4 5

Solidariedade de brasileiros no Nepal

Serra Verde Express recebe grupo da ONG “Menina dos Olhos” que resgata crianças do tráfico humano em Kathmandu

Convidados especiais estiveram no trem da Serra Verde Express, no inicio deste mês. Waldemar Niclevicz, um dos mais importantes alpinistas brasileiros e um grupo de 18 pessoas do Nepal, todos da ONG Menina dos Olhos (The Apple of God’s Eyes) que resgata crianças e jovens do tráfico humano, realizaram a viagem entre Curitiba e o Parque Estadual Marumbi em plena Serra do Mar Paranaense.

O projeto social baseado em Kathmandu,  é liderado pelo pastor Silvio Silva e conta com o apoio de Niclevicz desde que, em uma de suas expedições às montanhas Nepaleses, tomou conhecimento do trabalho realizado pelos brasileiros. Atualmente, 150 crianças resgatadas do tráfico sexual residem nas casas do Menina dos Olhos, no Nepal, onde recebem  moradia, comida, escola e todo suporte afetivo e psicológico que necessitam.  Além disso, são atendidas indiretamente 1.500 crianças com bolsa escola e trabalho social nas comunidades da região.

O grupo, formado por 18 pessoas entre meninas e meninos resgatados, monitores e um representante oficial do Governo do Nepal, esteve no Brasil para divulgar o trabalho da instituição e por meio de apresentações de música e dança sensibilizar doadores para a causa. Segundo Waldemar, o grande desafio neste trabalho é fazer com que cada uma dessas crianças resgate a sua dignidade, a vontade de viver e a certeza de que pode ser alguém. “Sempre que vou ao Nepal visito a ONG e promovo conversas com as crianças para tentar levar a elas esse sentido de esperança e de força para superar desafios. A ONG dá educação, comida, mas faz mais do que isso. Dá a elas um futuro, prepara para enfrentar a vida”, comentou Niclevicz.

Os convidados fizeram o passeio de trem, a convite da Serra Verde Express. Após desembarcarem no Marumbi, o grupo subiu a montanha Rochedinho, dentro do complexo do Parque, almoçou na casa do alpinista e retornou a Curitiba no Trem do Pôr do Sol. “A natureza do Nepal é muito marcada pelas montanhas e eles estão acostumados a conviver com isso,  mas a exuberância da mata atlântica e da biodiversidade daqui é novidade pra eles”, afirmou Waldemar Niclevicz.

Quem deseja conhecer um pouco mais sobre o trabalho da ONG e tem interesse em contribuir com a causa pode obter mais informações no site:http://theappleofgodseyes.com/.

Sobre a Serra Verde Express:

A Serra Verde Express detém a concessão federal da ferrovia Paranaguá – Curitiba desde 1997. Em vinte anos de trabalho, incrementou o turismo ferroviário do Paraná e se tornou uma das mais importantes operadoras de trens turísticos do Brasil. É considerada, hoje, referência no setor em todo o mundo e administra o único trem de luxo nacional.  Anualmente, cerca de 200 mil pessoas passeiam nos trens operados pela empresa. Além do turismo ferroviário, a Serra Verde Express oferece city tour, pacotes turísticos, serviços de transfer, receptivo e eventos. Para garantir a satisfação dos visitantes a empresa investe periodicamente em melhorias, treinamentos de colaboradores e na preservação do meio ambiente.A Serra Verde Express pertence à Holding Higi Serv e tem como diretor geral Adonai Aires de Arruda Filho. O executivo é presidente da Associação Brasileira das Operadoras de Trens Turísticos Culturais (ABOTTC), presidente do Curitiba Região e Litoral Convention & Visitors Bureau e vice-presidente do Núcleo de Turismo Receptivo de Curitiba. Mais informações: www.serraverdeexpress.com.br.


 

-->

Deixe seu Comentário